FLORAL NADA ROMÂNTICO

Fotos: Luigi Bianco

E a ‘saga’ à procura de uma casa antiga começou cedinho num sábado gelado de agosto. A primeira opção, do Luigi e minha, era uma casa com varanda, largos corredores laterais, um Fusca abandonado na garagem e uma senhorinha muito simpática, com “medo” de internet. O problema não foi a dona da casa, mas sua vizinha, que quase chamou a policia, caso quiséssemos fazer fotos ali na frente da casa. Seria trágico, se não fosse cômico!

Quem imagina que uma #arquitetablogueiraedolar passa por essas coisas, né?! Mas seguimos em frente. O look, vestido floral com blusa de gola alta por baixo, casaco estilo quimono de tricô, tênis e meias, pedia por uma casa que tivesse a beleza arquitetônica na sua essencia, escondida pelas marcas que o tempo deixou. A escolha não podia ter sido mais certeira! O sobrado da década de 40, na esquina da Rua Santos Dumont, com a Rua São José estava lá, pedindo pra ser fotografado. E seu dono, o senhor Bento, foi muito atencioso e bem-humorado em nos permitir fazer o ensaio.

O resultado foi incrível! O look casou perfeitamente com o cenário, a luz ajudou muito e esperamos ter conseguido passar toda singeleza e ao mesmo tempo, força, tanto da roupa, quanto da casa pra vocês.

Semana que vem tem mais! Beijo, outro, tchau!

O QUE EU USEI:

Vestido floral preto ZARA

Blusa de gola alta HERING

Tênis branco 100% JEANS FRANCA (olha só, eu ganhando recebidux, que chique!)

Óculos RAY-BAN modelo Hexagonal

AMODORO: O RETORNO DA FIORUCCI

Fundada em 1967 por Elio Fiorucci, a marca italiana de jeans foi, em seus tempos áureos, uma combinação de moda, cultura e lifestyle, que marcaram época.

Propagandas super irreventes, calças jeans com stretch modelando o corpo, mas como falar de Fiorucci sem citar os famosos querubins desenhados por Italo Lupi, inspirados no trabalho do artista renascentista Rafael. Claro que a marca vai muito além dos fofíssimos anjinhos, mas a pessoa aqui é fã de camisetas e neste caso, uma camiseta que é um sonho de criança dos anos 80!rs E foi depois que vi Gloria, filha de Marina Larroudé

Graças à Diretora de Moda do Departamento Feminino da Barneys New York, Marina Larroudé (orgulho de Araçatuba!), a seleção de marcas da loja ficou muito mais interessante, com novas grifes e o comeback de outras, como a Fiorucci. No site da Barneys você encontra varias peças da marca (incluindo a cobiçada camiseta, com anjinhos agora de óculos de sol) e com um detalhe importante: preços super possíveis.

Minhas peças preferidas? A camiseta “Vintage Angels”, claro e a calça skinny de cintura alta em vinil. E a sua?! Conta aqui!

Beijo, outro, tchau!

DESCOBRINDO A CIDADE

fotos: Luigi Bianco

Faz 35 anos que moro em Birigui e nunca enxerguei a cidade como tenho feito nesses ensaios. Estou descobrindo a cidade com vocês!

Como falei semana passada nesse post, às vezes a gente precisa treinar o olhar pra conseguir ver beleza na rotina. E olha onde viemos parar dessa vez: na (carinhosamente chamada) Rodoviaria Velha. Essa obra foi inaugura em 1961, pelo prefeito da época Renato Cordeiro, para comemorar os 50 anos de Birigui.

Como cidadã, tenho um apego sentimental pelo lugar. Peguei muito ônibus (aê, Zacarias!) nessa rodoviária na minha infância e como arquiteta, o apego é maior ainda, por retratar tão bem um estilo arquitetônico de uma época. É impossível olhar pro prédio e não se sentir nos anos 60. Claro que a construção sofreu alterações nesses 56 anos de vida e a descaracterização e abandono são nítidos. O legal aqui é bom chamar a atenção pra esse projeto de personalidade, tão importante pra Birigui, que quase não possui mais prédios pra contar sua historia infelizmente. (#arquitetachateada)

Mas pra homenagear esse lugar tão interessante, fui dar um ‘rolê’ toda blogueirinha, de saia em camadas pink, com tricô quentinho num tom salmão e sapatilhas xadrez Vichy, pra aguentar as andanças que fizemos pelo local. Rolou até pedir emprestada a bicicleta dupla dos hippies, vendedores de bijuterias artesanais!rs

De resto, o charme ficou por conta do ‘vento nos cabelos’ e da participação especial dos frequentadores do lugar!rs

Onde será que o próximo ensaio vai nos levar, hein Luigi?! Acompanhem tudo por aqui pra saber!

Beijo, outro, tchau!

O QUE EU USEI:

Saia camadas pink ZARA

Tricô salmão ZARA

Sapatilha xadrez Vichy AREZZO BIRIGUI

Óculos de sol FENDI

PAREDE PINK E POMPOM

fotos: Luigi Bianco

É engraçado como a gente realmente aprende com as dificuldades. Calma, esse não é mais um post de auto-ajuda! Mas é que quando o Luigi e eu decidimos fazer essas fotos, a questão maior foi: ONDE?! Olhando sites e contas do Instagram de bloggers de Nova Iorque, Londres, Hong Kong, tudo encanta, mas como fazer um ensaio num lugar bacana em Birigui?! E é aí que o desafio fica interessante.

Escolhido o look, um tricô cinza super divertido de pompons coloridos, combinado com saia xadrez Vichy, a sensação do inverno, fomos pra rua, e quem diria que um ‘camelódromo’ guardava tantas surpresas. A parede pink da loja de sapatos foi a primeira parada. A confusão das pessoas passando, a poluição visual, os luminosos em LED, as mercadorias expostas e ainda assim tinha beleza ali. Olha quanta foto legal conseguimos fazer, num lugar que parecia tão improvável.

E é com looks diferentes, fotos lindas, locações improváveis e uma alegria enorme, que começa essa parceria com o fotógrafo Luigi Bianco (@luigibiancofoto). Vamos continuar buscando novos olhares sobre os mesmos lugares, pra trazer mais novidades! Fica o convite, pra você acompanhar tudo o que vai rolar por aqui e pra sair e olhar pra fora da janela e enxergar beleza onde parece não existir, mas ela tá lá, só esperando um piscar de olhos seu.

Beijo, outro, tchau!

O QUE EU USEI:

Tricô de Pompom ZARA

Saia xadrez Vichy ZARA

Tamanco metalizado AREZZO BIRIGUI

Bracelete FOREVER 21

Óculos DIOR modelo Mohotani

#INSTALOOK [VIVA O FERIADO!]

Semana passada teve FERIADO e a gente fez o que?! Aproveitou que o marido tava em casa pra fotografar os #lukidudia tudo! Vem ver o que usei pra trabalhar, viajar e passear!

Momento paparazzi em Sorocaba, com o prédio em estilo brutalista da prefeitura ao fundo. Essa calça de pijama (Jogê) tá saidinha, hein!rs Pra não perder o costume e a oportunidade de ‘mixturar’, camiseta listrada (Zara) e jaqueta jeans pra segurar o ventinho frio. Nos pés, o conforto sempre prevalece: sapato Arezzo com salto bloco. Os óculos são Ray-Ban (modelo Hexagonal).

E o tanto que tô amando esse look?! A calça que ganhou o coração de todo mundo, comprei num grupo de desapego do whatsapp (mundo moderno) é Emporio Armani, de seda, Made in Italy, mores. E ainda tem o blazer, que fica pra uma próxima produção. Camiseta de banda com bandana (Fashfinds) no pescoço e jaqueta de couro fake por cima (Zara).

O básico do básico: Adidas nos pés pra aguentar as andanças por Londrina, calça jeans (Seven), camiseta branca e jaqueta preta (Zara). A foto valeu mesmo por causa desse grafitti de Vito Corleone. In The Godfather we trust!

E pra encerrar o FERIADO, essa blusa (Zara), que me fez gastar o que não devia. Mas como resistir à essas listras em azul e branco, cobertas por esses bordados coloridos?! Levei! Afinal, ela faz o look todo sozinha. Combinei com calça jeans (Seven) e sandalia de boquinha (La Femme), mas já tô pensando em novas possiblidades (cabeça de #arquitetablogueiraedolar)

Gostaram dos looks de FERIADO pra passear, viajar ou ficar em casa mesmo?! Sexta que vem tem mais! E se você é ansiosa e que ver todos os looks antes, me segue lá no INSTAGRAM @vivitpontes!

Beijo, outro, tchau!

TREND TO WATCH: NIKE CORTEZ, O TÊNIS DA VEZ

Há pelo menos uns bons 3 anos nossos pezinhos agradecem à moda por ‘autorizar’ o uso do bom e velho tênis nos nossos trajes do dia-a-dia (e à noite também, por que não?). E se você já usou seu Adidas Originals à exaustão, chegou a hora de conhecer -e reconhecer- seu novo desejo: NIKE CORTEZ, O TÊNIS DA VEZ.

Ele veio lá dos anos 70, com pegada esportiva e até olímpica (Munique, 1972) e ‘foi pra galera’ quando Farah Fawcett apareceu na cena icônica de ‘As Panteras’, andando de skate com seu par de NIKE CORTEZ nos pés. Passou um bom tempo quietinho e voltou nos anos 90 em outro clássico: ‘FORREST GUMP, O CONTADOR DE HISTORIAS’, quando Jenny dá de presente à Forest um par de NIKE CORTEZ, com o qual ele vai correr o país e encontrar Jenny novamente, agora com o filho dos dois (adorooo esse filme, passaria horas aqui falando de todos os detalhes)rs.

Voltando ao tênis, o comeback do NIKE CORTEZ não poderia ser mais ‘marketeiro’, já que traz a ‘it’ modelo sensação de 2017, Bella Hadid estrelando a campanha e influenciando digitalmente com sucesso, pessoas como eu e você. Um número 36 pra viagem, por favor!

 

E onde tem, onde compra, quanto custa?! No site da Nike tem os modelos femininos e masculinos (meu Adidas é masculino, não tem problema nenhum comprar, é só ficar de olho na numeração, que é diferente), entre R$329 e R$379, em várias cores, mas o branco, vermelho e azul, que é o clássico, ainda não chegou. Continuamos na busca!

Acredito que não exista muita lealdade no mundo das tendências. Mas e você, o que achou desse tênis atlético, que combina com tudo?! Vai ser fiel ao Adidas ‘véio-de-guerra’ ou já se bandeou pro outro lado?! Como o meu já está até descolando, pedindo arrego mesmo, vou dar uma passada na loja da Nike mais próxima…quem sabe?! (ainda nem esqueci o tênis pretinho da Vans e já me aparece esse! Oh, céus!rs)

Até a próxima TREND TO WATCH! Beijo, outro, tchau!